Técnico do LEC Sub-17, Silvinho destaca trabalho para a formação de atletas identificados com o Tubarão

E dentro de campo, jovens talentos do Alviceleste seguem imbatíveis, na liderança do Campeonato Regional Juvenil

Técnico do LEC Sub-17, Silvinho destaca trabalho para a formação de atletas identificados com o Tubarão
Silvinho orienta os jogadores do LEC Sub-17 durante partida do Regional Juvenil (Foto: Gustavo Oliveira/LEC)

Sim, eles vestem a camisa por amor. E assim deve ser até chegarem ao elenco principal. É o que ocorre com os jovens talentos das equipes de base do Londrina Esporte Clube. Além de aprimorar os aspectos técnicos e físicos, a identificação com o Tubarão é um dos fatores que são trabalhados no clube.
 

Não é diferente com o LEC Sub-17. Assim comenta o ex-jogador do clube e atual técnico do elenco juvenil alviceleste, Silvinho. O  talentoso meio-campista, também formado no Tubarão, atuou pela equipe principal nas temporadas de 1995, 2009, 2011, 2012 e 2013. Também atuou em outras grandes equipes do futebol nacional e no futebol japonês.
 

“Colocamos sempre para eles a importância que é defender uma camisa de peso como a do Londrina”, conta Silvinho. “Por isso, independentemente do adversário, sempre pedimos para os jogadores se aplicarem bastante e a honrarem. Isso já acontece inclusive no trabalho que é feito com os meninos das categorias menores. Buscamos despertar neles essa identidade com o clube”, comenta.

GUS_7768
Importância em defender a camisa do LEC, algo que é colocado desde cedo aos jovens talentos do Alviceleste
Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina Esporte Clube

 

E no amor e na técnica, o LEC Sub-17 tem se destacado. É o líder isolado do Campeonato Regional Juvenil. Tem ainda um dos melhores ataques (29 gols em oito jogos) e a melhor defesa (apenas três gols sofridos) da competição. Na última sexta-feira (11), venceu o GERA, de Apucarana, no Estádio Vitorino Gonçalves Dias, por 7 a 0. Em setembro, terá pela frente a Copa do Brasil da categoria.
 

“O resultado dos jogos em si, nós não levamos tanto em conta.  Levamos em conta o processo de formação que está acontecendo”, deixa claro Silvinho. “Nossa meta principal é fornecer atletas para os juniores, para que, quando eles chegarem lá, não tenham dificuldade para ingressar na nova categoria”, continua o treinador.
 

Instalada no VGD, a categoria Sub-17 tem no estádio um dos lugares mais ricos da história do futebol londrinense. O Memorial Édson Henrique dos Santos, por exemplo, é no quintal de casa. Mas os garotos não ficam só ali. É comum os meninos irem ao CT, num trabalho de integração que faz parte da filosofia do clube nesse processo de formação.
 

“Nossas comissões técnicas estão em contato diariamente”, afirma Silvinho. “Nós aqui sabemos o que se passa na equipe de juniores, da mesma forma que eles sabem a nossa programação aqui. Também procuramos acompanhar os treinos da equipe principal, os jogos. Temos feito também alguns jogos-treino no CT, em que levamos o Sub-17 para treinar com os juniores. Isso é bom para os meninos se ambientarem com as características da categoria acima”, acrescenta.

GUS_7836
Ninguém segura! Tubarãozinho é o líder do Campeonato Regional Juvenil
Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina Esporte Clube

 

“Tudo isso tem ajudado os jogadores a crescem com essa identificação com o clube”, continua o treinador do LEC Sub-17. “Sabemos que o fato de o Londrina hoje estar em uma situação de destaque no futebol nacional ajuda nesse processo. Ajuda a criar no atleta o amor no nosso Londrina. Temos buscado isso a cada dia. E não só para os meninos, mas para que os pais também foquem no Londrina. Tragam o amor deles também pelo clube que defendemos com tanto carinho e dedicação”, encerra. 

Autor: Gustavo Oliveira/ Assessoria de imprensa LEC

Voltar à página anterior

DEIXE SEU COMENTARIO