Em intercâmbio no Brasil, chineses do Shanghai SIPG passam a contar com moderno alojamento no CT da SM Sports

SM Sports e Grupo Figer construíram estrutura que abriga os jovens talentos sub-18 da equipe chinesa no CT da SM Sports. Elenco asiático fica até dezembro no país

Em intercâmbio no Brasil, chineses do Shanghai SIPG passam a contar com moderno alojamento no CT da SM Sports
Delegação chinesa no novo alojamento (Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC)

A SM Sports e o Grupo Figer inauguraram nesta quinta-feira (30), em Londrina, o primeiro alojamento destinado a um clube chinês na América do Sul. A estrutura passa a estar à disposição dos jovens talentos da equipe Sub-18 do Shanghai SIPG FC, que ficam em intercâmbio aqui no país até dezembro para aprimoramento físico e técnico no CT da SM Sports, centro de treinamento que desde 2011 também é utilizado pelas equipes de base e profissional do Londrina Esporte Clube.

TV LEC: 
Veja como foi a cerimônia de inauguração do mais novo alojamento do CT da SM Sports

A cerimônia de inauguração foi realizada no CT da SM Sports. No encontro, foi servido um café da manhã para personalidades do esporte local e nacional, autoridades de Londrina e região e profissionais da imprensa. Participaram ainda membros diretivos da SM Sports, do Grupo Figer, do Shanghai SIPG FC e do Londrina Esporte Clube. O corte da fita que deu a abertura do local coube a Chen Xufeng, técnico da equipe sub-18 do Shanghai SIPG FC, acompanhado do presidente da SM Sports e gestor do Londrina Esporte Clube, Sérgio Malucelli, e do CEO do Grupo Figer, Marcel Figer.

“A SM Sports nos oferece uma estrutura muito boa para realizarmos nossas atividades, que vai ajudar muito no desenvolvimento do nosso trabalho”, afirma Chen Xufeng. “A vida que se leva na China, de uma maneira geral não é tão distante da que se leva no Brasil. Mas o conceito de treino é bem diferente. Por isso estamos aqui agora, para aprender. Nosso principal objetivo é deixar os nossos atletas em condições de subir para o elenco profissional, e esse período aqui vai contribuir muito para melhorar a capacidade física e técnica deles”, continua o treinador chinês. A delegação asiática conta com 25 atletas, alguns inclusive da seleção nacional de base da China, cinco membros da comissão técnica e um tradutor. 

“Espero que seja o início de uma parceria que seja boa para todas as partes”, salienta Sérgio Malucelli. “O próprio governo chinês está incentivando muito o esporte naquele país. E essa parceria para nós é muito importante, pois a China logo deve se transformar em um dos mais importantes centros do futebol mundial”, continua. “Procuramos fazer o que tinha de melhor para a equipe do Shanghai SIPG FC aqui no nosso CT. A vinda deles é justamente para um aprimoramento técnico e físico. E acredito que isso já está acontecendo. Quem viu os primeiros treinos deles, quando chegaram ao Brasil em janeiro, e vê novamente agora, já nota uma grande diferença”, completa o presidente da SM e gestor do LEC. 

“É um trabalho que tem agradado bastante aos chineses e que inclusive estamos conversando para a renovação para os próximos anos, até mesmo com outras categorias”, salienta André Figer, vice-presidente do Grupo Figer. “O futebol chinês é um mercado muito importante. Eles estão desenvolvendo projetos como este no mundo inteiro, em equipes como Atlético de Madrid, Real Madrid, Inter de Milão. Equipes extremamente tradicionais estão buscando esse mercado. E nós do Grupo Figer, com mais de 45 anos de experiência no futebol e como sócios da SM Sports e parceiros do Londrina Esporte Clube, buscamos o nosso lugar também porque acreditamos que temos muito o que colaborar com esse mercado. Por isso, todos nós aqui e todos da equipe chinesa estamos muito empolgados com esse projeto”, encerra. 

Inaugurado em janeiro de 2010, o CT da SM Sports tornou-se uma referência nacional, principalmente no que de diz respeito à formação de atletas. A partir de 2011 passou também a ser a casa do Londrina Esporte Clube, após o tradicional clube paranaense firmar o contrato de gestão com a SM Sports. Nesse período, a equipe profissional do Tubarão iniciou uma escalada que levou o time da segunda divisão do Campeonato Estadual para o quase acesso à Série A do Campeonato Brasileiro, ano passado. Na categoria de base, o Alviceleste passou também a figurar entre os principais clubes formadores do país. 

O novo alojamento que está sendo utilizado pelo Shanghai SIPG FC abrange uma área construída de 1.100m². Conta com 20 suítes, equipadas com TV, ar-condicionado e internet. O novo complexo será de uso exclusivo dos chineses e oferece também sala de TV, sala de jogos e até uma pequena praça de integração. Ficam à disposição ainda dos asiáticos as demais estruturas já utilizadas pelo time do Londrina no CT da SM Sports, o qual abriga uma área de 167.000 m² que contempla academia, departamento médico, seis campos com medidas oficiais, piscina, refeitório, lavanderia, setor administrativo, área verde e de lazer. 

Autor: Gustavo Oliveira/ Assessoria de imprensa Londrina EC

Voltar à página anterior

DEIXE SEU COMENTARIO